sábado, 1 de outubro de 2016

Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno

Bom dia,

Chegamos a Outubro e o Outono nem aí, parece que estamos em pleno verão o que faz um pouco mais díficil mas não impossível mostrar aos meus curiosos que as férias já acabaram.
Como já é habitual, apesar de ainda não me ter conseguido organizar-me em pleno, hoje Dia um na cozinha trago-vos uma receita com o tema proposto pelo grupo do facebook "Dia um... Na Cozinha!" que foram os risottos.
Um bom risotto é sempre bem vindo e se estivessemos mesmo com o tempo típico de Outubro ainda melhor.
Risotto à Milanesa é um prato italiano que nasceu de um "engano" na cozinha. O risotto em si nasceu no norte de Itália, mas precisamente na região de Lombardia. Estes grãos de arroz pequenos foram trazidos para Itália pelos muçulmanos e árabes. Este risotto surgiu de um engano que Valério Di Fiandra, num jantar para comemorar o casamento da sua filha, deixou cair açafrão no risotto. Esse acidente iria criar um dos risottos mais apreciados em toda a Itália e pelo mundo.

Aqui fica a receita!!!


Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno
Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno

Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno


Ingredientes:
Para o Osso Buco:
Osso buco (mais ao menos 1 pedaço por pessoa)
2 cenouras cortada aos cubos
1 cebola grande picada
farinha q.b.
azeite q.b.
pimenta q.b. Suldouro
sal aromatizado para assados q.b. Salinas Corredor do Sol
vinho verde q.b.
noz-moscada acabada de moer q.b. Suldouro
alho em pó q.b. Suldouro
polpa de tomate cebola e alho q.b. Guloso
alecrim q.b. Suldouro
2 folhas de louro Suldouro
Para o rissoto:
1 dente de alho picado
1 litro de água a ferver
1 cebola picada
manteiga q.b.
azeite q.b.
flor de sal q.b. Salinas Corredor do Sol
açafrão em pó q.b. Suldouro
400 gramas de arroz para risotto Bom Sucesso
200 ml de vinho branco (usei verde)
80 gramas de parmesão acabado de ralar

Modo de Preparar:
No dia anterior, tempere o osso buco com sal, pimenta, alho em pó, alecrim, noz moscada e regue com o vinho verde. Deixe a marinar de um dia para o outro.
No dia, antes umas 3 a 4 horas antes de jantar, retire o osso buco da marinada, reservando a mesma.
Num tacho de fundo grosso, coloque um fio de azeite e junte a cebola previamente descascada e picada.
Passe o osso buco pela farinha, sacuda e dê coreo um pouco no estrugido sem deixar queimar nem a cebola nem a carne. Repita a operação até ter corado todos os pedaços de osso buco e reserve.
Verta a marinada para o tacho, mexa bem e junte a cenoura cortada aos cubos e polpa de tomate. Deixe levantar fervura.
Após começar a ferver, desligue e verta esse molho para um pirex grande e fundo. Coloque os pedaços de osso buco em cima e tape com papel de aluminio.
Leve a estufar no forno previamente aquecido a 170ºC durante 2 - 3 horas.
Quando estiver a faltar 1 hora para o osso buco estar pronto, comece a fazer o risotto da seguinte forma: faça um refogado com a cebola e o dente de alho picado num tacho com um pouco de azeite e um pedacinho de manteiga.
Juntar o arroz e mexer. Verta o vinho, temperando o arroz com flor de sal e açafrão. Deixe evaporar, mexendo o risotto de vez enquando,
Quando o vinho tiver evaporado junte uma concha de água bem quente e deixe cozinhar , juntando outra concha de água somente quando a outra tiver evaporado.
Repita a operação até quase esgotar a água (este processo demora mais ao menos 20 minutos). Junte 2/3 do parmesão ralado e mexa bem. Rectifique os temperos e deixe o risotto descansar 5 minutos.
Sirva o risotto à milanesa com o osso buco estufado no forno e polvilhado com parmesão a seu gosto.

Bom apetite!!!!

Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno
Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno
Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno

Dia um na cozinha e risotto à milanesa com osso buco estufado no forno

Beijinhos,
Bom fim-de-semana
e
Boas Receitas,
Clarinha

Esta receita foi publicada em parceria com:

Salinas Corredor do Sol

Suldouro - Navires
Arroz Bom Sucesso



Guloso

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Arroz Doce integral com nectarina

Boa tarde,

Hoje trago-vos a receita de uma sobremesa pois às vezes apetece comer um doce e porque não comer algo saudável e nutritivo, algo que não nos faça mal e que podemos depois desgastar no ginásio.
Tenho ido ao ginásio mas ainda não consigo ir tantas vezes como queria: estou a ir duas vezes durante a semana à noite e vou aos domingos de manhã.
Gosto de praticar desporto e não vejo como uma obrigação mas sim como um grande aliado para voltar ao meu peso saudável. A equipa do Fitspot do Parque Nascente é óptima e tenta nos ajudar ao máximo e em tudo que estiver ao seu alcance. Uma das coisas que tenho mais pena desde que começaram as aulas é não conseguir ir muitas vezes (quase raramente) às aulas de TRX, de Dumbells ou as aulas de complemento (relaxamento) como body balance ou pilates pois o meu horário livre é extremamente apertado por isso tenho ido às aulas de cycling, que gosto mas sinceramente não são a minha paixão.
Com esta sobremesa apresento-vos uma chefe/ bloguista que não conhecia, a Leonor de Sousa Bastos, que é a pessoa que está atrás do blogue "Flagrante Delícia", que foi a escolhida pelo grupo do facebook "Um mês com...".  Esta deixou para trás o seu curso de Direito para ir para Palma de Maior aprender e tirar o curso de cozinha. Após isso completou uma pós graduação em Alta cozinha e assim começou a traçar o seu percurso na culinária e a deixar um pouco de si, principalmente nas receitas de doces e sobremesas. Já escreveu 4 livros e fez enumeras publicações para diversas revistas, artigos, entrevistas.
Após uma breve pesquisa e porque já andava com muita vontade de fazer um arroz doce bem diferente, a partir da sua receita de arroz doce de cesto fiz este maravilhoso arroz doce integral com nectarina.

Aqui fica a receita!!!

Espero que gostem!!!

Arroz Doce integral com nectarina
Arroz Doce integral com nectarina
Arroz Doce integral com nectarina



Ingredientes:
água q.b.
100 gramas de arroz integral Bom Sucesso
1 tira da casca de laranja
1 pau de canela Suldouro
Uma pitada de sal marinho Salinas Corredor do Sol
500 ml de leite magro
1 ovo
100 gramas de açúcar Canderel com Stevia
1 colher de sopa de farinha Custard
2 nectarinas maduras
canela em pó q.b. (para polvilhar) Suldouro

Modo de Preparar:
Colocar de molho o arroz integral durante uma hora.
Cozer o arroz com água abundante, temperada com uma pitada de flor de sal e junte o pau de canela e a casca de laranja.
Escorrer o arroz e colocar de novo ao lume a cozer com 400 ml de leite.
Corte as nectarinas previamente descascadas em cubos e junte ao leite e ao arroz.
Numa taça, misture o restante leite com a farinha custard, o açúcar e o ovo previamente batido. Misture bem.
Verta para o arroz e vá mexendo sempre até começar a engrossar.
Verta para taças ou pratos e sirva frio polvilhado com canela em pó.

Bom apetite!!!


Arroz Doce integral com nectarina

Arroz Doce integral com nectarina

Arroz Doce integral com nectarina

Arroz Doce integral com nectarina

Arroz Doce integral com nectarina


Beijinhos
e
Boas Receitas,
Clarinha


Esta receita foi publicado em parceria com:

Salinas Corredor do Sol
Suldouro - Navires

Arroz Bom Sucesso

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Flores de courgette recheadas

Bom dia,

Como já disse tenho encomendado todas as semanas o cabaz na empresa "Da Quinta para a mesa" e um dia destes a D. Fernanda trouxe-me um miminho que eu adorei: Flores de courgette. (Atenção que esta empresa não é minha parceira mas sim eu sou cliente deles e adoro os seus legumes).


Já tinha visto várias vezes na televisão vários chefes a cozinhar mas ainda não tinha tido a possibilidade de experimentar, mal sabia eu que uma conversa informal e de ter referido tal iguaria, a D. Fernanda iria me presentear com estas lindíssimas flores.
Estas flores serviram de pretexto para fazer outros legumes fritos em tempura, entre os quais fiz: feijão verde, que o meu rapaz adora e fiz folhas de alface fritas em tempura.
O recheio utilizado nas flores foi simples: usei queijo camembert mais propriamente o queijo "caprice de dieux".

Aqui fica a receita!!!


Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme;
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme
Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme; 
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme
Flores de courgette recheadas e fritas em polme 
Feijão verde frito em polme
Folhas de alface fritas em polme
Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme; 
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme

Ingredientes:
flores de courgette
feijão verde previamente cozido
folhas de alface
flor de sal  q.b. Salinas Corredor do Sol
pimenta rosa moída q.b. Suldouro
1 embalagem de tempura
1 cerveja bem fresca
óleo q.b. (para fritar os legumes)
queijo camembert caprice de dieux q.b. (para rechear as flores)

Modo de Preparar:
Comece por preparar a tempura seguindo as instruções da embalagem. Em vez da água com gás gelada coloquei uma cerveja.
Tempere os legumes com flor de sal e pimenta rosa. Recheie com muito cuidado as flores de courgette, colocando um pouco de queijo camembert lá dentro e tornando-as a fechar.
Coloque óleo a aquecer num tacho de fundo grosso.


Quando o óleo estiver bem quente vá passando os legumes na tempure e deixe fritar em ambos os lados de modo a ficarem bem douradinhos.
Repita a operação até esgotar a tempura ou os legumes, armazenando os legumes já fritos numa travessa morna.
Sirva de imediato.


Bom apetite!!!

Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme; 
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme
Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme; 
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme

 Flores de courgette recheadas e fritas em polme

Entradas diversas: Flores de courgette recheadas e fritas em polme; 
Feijão verde e folhas de alface fritos em polme



Beijinhos,
Boas Receitas e
Uma boa semana,
Clarinha
Sugestão:
Como no cabaz da semana anterior tinha vindo pimentos padrón fiz também para comermos ao jantar/lanche, da seguinte forma: numa tigela grande temperei os pimentos padrón com azeite, sumo de laranja, sal marinho, alho em pó. Mexi bem e levei a temperar numa frigideira antiaderente de fundo grosso. :-)

Bom apetite!!!

Pimentos Padrón


Esta receita foi publicada em parceria com:



Salinas Corredor do Sol.

Suldouro - Navires




sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Pudim de chia, figos e iogurte

Bom dia,

O frio chegou e com ele parece que também chegaram as primeiras gripes. :-( 
Todas as sextas recebo a minha encomenda do meu cabaz de legumes e frutas. Estou a gostar tanto da qualidade como da variedade e claro, também o preço pois hoje em dia é um factor a ter em conta.
Os superalimentos ou alimentos alternativos ainda não estão a um preço acessível para todos, e sinceramente adoraria comprar mais vezes e mais variedade.
Vou comprando algumas coisas como leite de soja, tofu, sementes de linhaça, chia etc. 
Uma das receitas que já andava para experimentar era fazer um pudim de chia. Estas sementes além de serem nutritivas que têm a particularidade de absorver a água e formar um gel. 
Esta semente é originária da Guatemala, do México e da Colombia. Esta semente pequena de forma oval e de cores variadas (acastanhas, cinzentas, pretas e brancas).
Este alimento é rico em fibras, cálcio, magnésio, potássio, proteína, antioxidantes  e ômega-3.  O seu valor nutricional é um pouco elevado, 595 quilocalorias por 100 gramas mas normalmente o que se coloca não excede as 20 gramas.
Podemos utilizá-la em pudins, pães, tortas, quiches, mousses, cremes, patês, risotos, farofa, saladas de frutas, sucos e vitaminas.
Aqui fica a receita!!!

Espero que goste.

Pudim de chia, figos e iogurte
Pudim de chia, figos e iogurte


Ingredientes:
(Para 4 porções)
2 iogurtes grego natural
100 ml de leite magro de soja
4 figos
4 colher de sopa de chia ChefPanda
adoçante q.b.
canela em pó q.b. Suldouro

Modo de Preparação:
Comece por triturar os figos juntamente com o leite e o iogurte.
Verta para uma taça e misture as colheres de chia.
Adoce a seu gosto com adoçante.
Divida por taças pequenas e leve-os ao frigorífico.
Sirva os pudins bem frescos e polvilhados com canela em pó.

Bom apetite!!!


Pudim de chia, figos e iogurte

Pudim de chia, figos e iogurte

Pudim de chia, figos e iogurte
Beijinhos,
Boas Receitas 
e
Bom fim-de-semana,
Clarinha


Sugestão:
Em vez de triturar os figos corte-os em pedaços pequenos e misture-os no leite misturado com o iogurte e as sementes de chia.

Esta receita foi publicada em parceria com:



terça-feira, 20 de setembro de 2016

Segundas sem Carne - Esparguete com caril, courgette, cogumelos e alho francês

Boa tarde,

Desde que engordei um bocadinho com a abertura da minha sala de estudo voltei a recuperar hábitos perdidos. Um deles é segundas sem carne.
Como sabem tenho encomendado o cabaz de legumes na empresa "Da quinta para a mesa". Já tinha experimentado outros mas sinceramente nunca houve nenhum que me satisfizesse-me em relação ao preço quantidade. Não gosto de desperdícios e este vem a quantidade necessária para fazer a comida e duas panelas de sopa para cá para casa e para a Academia, além disso vem a quantidade de fruta necessária para nós.
A receita de hoje é muito simples de fazer e com um aroma agradável e delicioso: esparguete com caril, courgette, cogumelos e alho francês. Foi feita para levarmos para o almoço. Nem sempre tenho miúdos a comer comigo e sendo assim nesses dias faço algo bem diferente.
Era para ter sido publicada ontem mas ainda não consegui coordenar os horários dos meus curiosos. Este ano a minha ideia é que os horários estão péssimos. Vamos lá ver se conseguimos arranjar umas horitas de estudo semanal com qualidade.

Espero que gostem!!!  

Segundas sem Carne -  Esparguete com caril, courgette, cogumelos e alho francês

Segundas sem Carne -  Esparguete com caril, courgette, cogumelos e alho francês



Ingredientes:
250 gramas de esparguete
1 courgette pequena
1 cebola pequena
1 alho francês médio
caril em pó q.b. Suldouro
2 colheres de chá de pasta de caril   
1 lata de cogumelos laminados
sal aromatizado picante q.b. Salinas Corredor do Sol 
água q.b.

Modo de Preparar:
Coloque água ao lume e deixe levantar fervura. Reserve no lume mínimo.
Num tacho coloque um fio de azeite e adicione a cebola previamente descascada e picada. Mexa e deixe refogar em lume brando.
Entretanto lave e corte o alho francês em meias luas. Junte à cebola.  
Corte a courgette em pedaços pequenos e junte ao tacho juntamente com os cogumelos previamente escorridos.
Acrescente água, bem quente, necessária para cozer a massa aos legumes e adicione as 250 gramas de esparguete.
Tempere com as duas colheres de pasta de caril, caril em pó e sal a seu gosto.     
Deixe cozinhar a massa e antes de servir rectifique os temperos.
Sirva de imediato.

Bom apetite!!!   



Segundas sem Carne -  Esparguete com caril, courgette, cogumelos e alho francês

Beijinhos,
Boas Receitas e
Uma Boa Semana,
Clarinha  

Esta receita foi publicada em parceria com:


  Salinas Corredor do Sol

Suldouro - Navires